sábado, 27 de julho de 2013

Botão Automatico de Gerar Dinheiro? Desde de quando?

Constantemente somos bombardeados por e-mails de sistemas que prometem verdadeiras fortunas sem que você tenha que fazer absolutamente nada, basta afiliar-se ao sistema e booommm! esta milionario.

No entanto, na grande maioria esses sistemas não vão gerar lucro a ninguém que não seja o criador do próprio sistema.
Para se ganhar dinheiro na internet, são necessários algumas coisas, um bom produto, trafego qualificado e boa quantidade de contatos geradas por esses contatos.

Em primeiro lugar, descubra um nicho de mercado que lhe agrade, descubra uma necessidade das pessoas, e crie ou se afilia a algo que vá resolver aquele problema, crie um blog, e coloque conteúdo de qualidade.
Aprenda a gerar trafego, crie uma lista de contatos, tenha um auto-responder com uma boa quantidade de e-mails promovendo seu produto, está mais do que provado, as pessoas raramente compram algo no primeiro contato e de alguém que elas não conheçam, crie conteúdo, seja útil as pessoas.

Pode parecer complicado no começo, pois os resultados não aparecem do dia pra noite, mas com um trabalho consistente, eles vão aparecer.

Em breve escreverei mais a respeito de criação de blogs, promoção de produtos e geração de trafego, acompanhe meu blog para ficar por dentro!
  

terça-feira, 16 de julho de 2013

Assuma a responsabilidade!


 Nós seres humanos, não gostamos de admitir erros, e estamos sempre procurando um culpado, mas na verdade, tudo que ocorre em nossas vidas é resultado direto de nossas ações, no entanto é muito mais confortável arrumar um culpado, sempre culpamos o sistema, a esposa, o filho, o patrão, o governo e até mesmo D'us e nunca admitimos que os únicos responsáveis por qualquer sucesso ou insucesso somos nós mesmos.
 
No entanto esse é um enorme inimigo para nosso sucesso, enquanto não encararmos de frente os problemas e começarmos a mudança por nós mesmos, nunca sairemos do lugar.
 
Muitos de nós tem muitos sonhos, e muitas vezes esses sonhos são adiados e frustrados, por termos o terrível habito de usar álibis, procuramos de todas as formar justificar para nós mesmos os motivos do insucesso de forma a nos sentirmos confortáveis e acabamos por nunca sair de nossa zona de conforto.
 
Analise bem, quantas vezes não nos pegamos usando frases do tipo: 
 Se eu não tivesse mulher e família... 
  • Se eu tivesse "pistolão"...
  • Se eu tivesse dinheiro...
  • Se eu tivesse boa instrução...
  • Se eu tivesse tempo...
  • Se me tivessem dado uma oportunidade...
  • Se eu tivesse nascido rico...
  • Se, se, se... uma lista interminável de desculpas e álibis.
Pare de usar desculpas para si mesmo, pense mais no que está de errado em você e  em o que você deve mudar, ao invés de ficar perdendo tempo criando desculpas  para encobrir nossas falhas.
Todos nós estamos no mundo para evoluir, assuma seu destino e siga em frente no caminho da evolução, pois agora você sabe que você é o único responsável, antigamente você certamente iria procurar uma desculpa lógica para justificar sua situação e se manter confortável do mesmo jeito que esta para a vida toda, mas agora que você tomou consciência deste habito, decida por vencer e faça o que tiver que fazer.
"A vida é um um tabuleiro de xadrez, e o jogador a sua frente é o tempo. Se você hesitar na jogada ou deixar de jogar com rapidez, suas peças serão eliminadas até lá. Você está jogando contra um parceiro que não tolera indecisão!" O tempo passa, amanha pode ser tarde demais, tome as rédeas de seu destino hoje mesmo.

domingo, 7 de julho de 2013

Você tem medo de que?

Hoje vamos falar sobre o medo, e o por que você deve elimina-lo para obter qualquer tipo de sucesso, para isso tomo a licença de me basear nos ensinamentos Napoleon Hill.

Todos nós para alcançarmos qualquer coisa na vida, primeiramente devemos estar com nossa mente preparada esse recebimento, e para isso existem 3 inimigos que você terá que destronar, estes são, a indecisão, a dúvida e o medo.

Quando estamos preparados para uma coisa, ela não tarda a aparecer em nossa vida, e muitas vezes nos utilizamos de nosso sexto sentido para nos conectar a oportunidade que irá mudar nossa vida e nos ajudar a atingir nossos objetivos, no entanto, esse sexto sentido, nunca irá realmente funcionar enquanto nossas mentes estiverem ligadas a algum desses três aspectos negativos, sendo estes intimamente ligados, sendo que onde se encontra um, os outros dois estão sempre ali.

A indecisão é a semente do medo! Lembre-se disso a indecisão se cristaliza em dúvidas, e as duas misturadas se transformam em medo, esse processo por muitas vezes é um pouco lento, e acabam por germinar sem que suas presenças sejam percebidas ou observadas, e tal fato tornam esse três inimigos muito perigosos ao sucesso.

Os seis medos básicos do ser humano!

Existem basicamente seis medos básicos que cujas combinações todo ser humano sofre em alguma época de sua vida, sendo muito privilegiado o ser humano que não sofra de mais de um ao mesmo tempo, vou enumerar eles abaixo de acordo com sua ordem de aparição mais comum, e são eles:
  • Medo da pobreza
  • Medo de ser criticado
  • Medo de problemas de saúde
  • Medo de perder seu amor
  • Medo da Velhice
  • Medo da Morte
Nossos temores nada mais são do que estados de espírito, que podem nos controlar e direcionar nossas vidas, nosso estado de espírito se traduzem em impulsos de pensamentos que acabam por definir nosso destino financeiro, profissional ou social, e portanto devemos controlar nossos pensamentos, e se levarmos em consideração que nossos pensamentos tem o poder de manifestar nosso equivalente físico, os pensamentos de medo e pobreza, de forma alguma irão gerar impulsos de coragem nem qualquer tipo de sucesso financeiro.

São dois caminhos, duas direções totalmente opostas.

Jamais pode haver qualquer tipo de acordo entre a riqueza e a pobreza, e os dois caminhos que levam respectivamente a pobreza e a riqueza, seguem definitivamente em caminhos opostos, ou seja, se você quer atingir a riqueza, necessariamente você deve se recusar a seguir qualquer caminho que te leve a pobreza, quando falo em riqueza, não digo apenas no aspecto material, digo de forma mais abrangente, ou seja, material e espiritualmente falando.
Neste ponto você deve aceitar o desafio, e preparar sua mente para o que você quer, pois se você está com sua mente, de certa forma disposto a aceitar algum tipo de pobreza, então meu amigo, prepare-se para recebe-la, no entanto se você deseja atingir riquezas, deve definir exatamente o que quer, deve ser muito especifico, deve estabelecer um plano e segui-lo até o fim, deve tomar sobre si a responsabilidade pelo seu sucesso, evite álibis, o único responsável é você mesmo.

Conheça seus medos.

Para que  possamos mudar alguma coisa em nosso ser devemos nos conhecer, para isso precisamos fazer uma autoanálise para sabermos nossas fraquezas, e isso não é nada fácil, é difícil para qualquer um de nós, reconhecermos e admitirmos nossas falhas e fraquezas, no entanto esse é um passo essencial a todo ser humano que deseja um pouco mais da vida, e como o assunto deste artigo é sobre medos, irei agora expor os medos suas consequências negativa e sintomas relativos a este medo, de moda que você consiga detectar e sanar os que tem, então vamos lá.


Medo de Pobreza: O primeiro medo, o da pobreza é de longe o mais destrutivo dos medos, e pode destruir toda e qualquer oportunidade de realização que você tenha em qualquer oportunidade, esse medo paralisa a faculdade de raciocínio, destrói a imaginação, mata a autoconfiança, mina o entusiasmo, desanima a iniciativa, leva a incerteza de propósito,encoraja a procrastinação, torna o autocontrole impossível, ele tira o encanto da personalidade, destrói a possibilidade de pensar com clareza, desvia a concentração de esforço; domina a persistência, transforma a força de vontade em vazio, destrói a ambição, anuvia a memória, mata o amor e assassina as mais puras emoções do  coração, desanima a amizade, leva a insônia, infelicidade e miséria, enfim, convida a obter todas as formas de fracasso possíveis.
Bem vamos elencar os sintomas que você deve procurar em você para saber se sofre deste mal, então segue abaixo a lista de sintomas:
  • "Indiferença: Comumente expressa pela falta de ambição, vontade de tolerar a pobreza, aceitação de qualquer compensação que a vida possa lhe oferecer sem protesto, preguiça mental e física, falta de iniciativa, imaginação, entusiasmo e autocontrole.
  • Indecisão: Habito de permitir que os outros pensem por nós. Ficar "na moita."
  • Dúvida: Geralmente expressa por álibis e desculpas, designadas para disfarçar, explicar ou desculpar-se dos fracassos, muitas vezes expresso por inveja aos bem sucedidos ou critica a eles.
  •  Preocupação: Expressa geralmente encontrando defeito nos outros, tendência a gastar além das rendas, negligencia na aparência pessoal, intemperança no uso de bebidas alcoólicas, às vezes pelo uso de narcóticos, nervosismo, falta de equilíbrio e constrangimento.
  • Cautela exagerada: Habito de procurar o lado negativo de todas as circunstâncias, pensando e falando de possíveis fracassos, em vez de concentrar-se nos meios para atingir êxito, saber de todos os caminhos que levam ao desastre, sem nunca procurar evitá-los; esperar pelo "momento exato" de começar a pôr  ideias e planos em ação, até a espera se tornar um hábito permanente, lembrar sempre os fracassados, esquecendo-se dos bem sucedidos; vendo os buracos do queijo, sem ver o queijo; pessimismo, que leva a indigestão, eliminação deficiente, auto intoxicação e má disposição."
  • Procrastinação: habito de deixar para depois o que deveria ter sido feito, já falei especificamente sobre isso em pare de procrastinar 

Medo de ser criticado: Não se ainda a origem desse temos, mas é fato que o homem em geral teme ser criticado, isso deve muito ao fato de que a natureza herdada do homem é não só tirar os bens e objetos de seu semelhante, mas ainda justifica essa atitude criticando o caráter de seu semelhante, veja por exemplo, os políticos que procurar tirar vantagem não em mostrar virtudes, mas sim em tentar manchar seus oponentes.
O medo da critica é tão grande que foi utilizado pela indústria da moda, e indústria automotiva,  pois qual a razão de cada dia uma moda nova, cada dia um modelo novo de carro?
Simples, ninguém quer ser criticado por estar fora de moda, e todos querem o ultimo modelo de carro, roupa ou então aquele smartphone de ultima geração.
O medo da critica rouba a iniciativa do homem, destrói lhe o poder de imaginação, limita-lhe a individualidade, tira-lhe a autoconfiança. a critica implanta medo no coração humano, ou então ressentimento, mas nunca amor ou afeição.
Bem aqui vão os sintomas de quem teme a critica:

  • "Acanhamento: Geralmente expresso por nervosismo, timidez na conversação e em conhecer estranhos, movimentos desajeitados das mãos e membros, olhares desviados.
  • Falta de equilíbrio: Expressa por falta de controle da voz, nervosismo na presença dos outros, má postura corporal, péssima memória.
  • Personalidade fraca: Falta de firmeza nas decisões, de encanto pessoal e capacidade de exprimir opiniões com firmeza. Hábito de desviar-se dos assuntos, em vez de encorajá-los. Concordância com os outros sem antes examinar-lhes as opiniões, com cuidado.
  • Complexo de inferioridade: Hábito de expressar auto aprovação oralmente e por ações, como meio de disfarçar o sentimento de inferioridade; usar palavras "grandiloquentes" para impressionar os outros, imitar os outros na maneira de se vestir, falar e no modos, jactando-se de algumas ideias imaginarias.
  • Extravagancia: Habito de tentar "emparelhar com os Silva", gastando-se além das possibilidades.
  • Falta de iniciativa: Fracasso em aproveitar oportunidades de progredir, medo de expressar opiniões, falta de confiança nas próprias ideias, dando respostas evasivas às perguntas formuladas por superiores, hesitação na maneira de falar, falsidade nas palavras e feitos.
  • Falta de ambição: Lassidão mental e física, falta de auto afirmação, lentidão em chegar a decisões, facilidade em ser influenciado, hábito de criticar os outros nas costas e elogiá-los na frente; habito de aceitar derrota sem protesto ou fugir a um  empreendimento se encontrar alguma oposição, ou suspeita imotivada dos outros, falta de tato nas maneiras e no falar, má vontade em aceitar a culpa dos erros."
 
Você teme a saúde deficiente?

Esse medo tem suas raízes tanto na hereditariedade, tanto física como mental, e esta diretamente associado aos medos da velhice e da morte, pois tias medos nos conectam às fronteiras de mundos por nós não conhecidos, de forma geral o homem teme a saúde deficiente por causa dos terríveis quadros implantados  em sua mente, do que pode acontecer se ele vier a morrer, teme também o peso financeiro que sua falta faria.
Em um estudo, um grande médico de renome constatou que quase 75% da população (nos Estados Unidos, não sei a taxa brasileira) sofre em certo grau de hipocondria, ou seja, sofrem de doenças que estão apenas em suas mentes, e o que vemos diariamente, é que a indústria se aproveita desse medo, e coloca mais temor nas pessoas para que cada vez mas possam ganhar fortunas com a venda de medicamentos.
Este medo pode ser muito prejudicial, pois tem se provas que muitas doenças são iniciadas a partir de um impulso negativo, e tal impulso pode ser gerado por sugestão ou criado pelo próprio indivíduo em sua mente, e nossa mente tem uma influencia tão grande que em pacientes de câncer, a recuperação  e cura muitas vezes depende do estado de espírito da pessoa, bem e nem preciso falar o porque uma saúde deficiente pode ser prejudicial ao sucesso, então vamos aos sintomas desse medo:
  • "Auto Sugestão: Habito de uso negativo da auto sugestão, procurando e esperando encontrar, toda uma espécie de sintomas de todas as espécies de doenças como se possuísse uma doença real.
  • Hipocondria: Hábito de falar em moléstias, concentrando sua mente em doenças.
  • Indolência: Habito de evitar exercícios físicos e atividades ao ar livre.
  • Suscetibilidade: o medo da saúde precária quebra a resistência natural de nosso organismo, criando condições favoráveis para que qualquer moléstias sejam contraídas.
  • Mimar a si mesmo: Habito de tentar despertar piedade, usando a doença imaginaria como meio (truque muitas vezes usados por empregados para evitar trabalho.); Hábito de fingir doenças, para disfarçar a preguiça, ou como álibi para falta de ambição.
  • Intemperança:  Habito do uso de álcool ou narcóticos, para eliminar dores, como a de cabeça, nevralgia, etc., em vez de eliminar a causa.
  • Preocupação: Hábito de ler sobre doenças e se preocupar em ser atingido por elas."

Medo da perda do amor:
A fonte deste medo está no habito poligâmico do homem, de tomar a companheira de seu semelhante, e o habito de tomar liberdades com ela sempre que pôde.
O ciúmes e uma forma de manifestação deste medo, e este é o mais doloroso dos seis temores básicos, pois produz muita destruição no estado de espírito e  saúde da pessoa, levando algumas vezes a depressão e morte, por via de regra, as mulheres são bem mais suscetíveis a esse temor, pois foi embutido em sua mente, que os homens são poligâmicos por natureza, e que não se pode confiar neles.
Os sintomas básicos desse temor são:
  • Ciúme: Habito de suspeitar de amigos e criaturas amadas, sem qualquer prova ou indicio razoável de traição, habito de acusar a esposa ou esposa de infidelidade sem motivo, suspeita geral de todos, sem fé absoluta em ninguém.
  • Encontrar defeitos: Hábito de encontra defeitos em amigos, parentes, sócios, à menor provocação, ou sem causa alguma.
  •  Jogo: Habito de jogar, furtar, enganar e aproveitar-se de oportunidades perigosas para conseguir dinheiro para os ser amado, habito de achar que o amor pode ser comprado, habito de gastar além dos meios para dar presentes a pessoa amada.
Medo da velhice:
A origem desse medo vem da ideia de que a velhice pode trazer a pobreza, ou então a perda de liberdade e independência, em grande parte também o medo da perda do apetite sexual.
Sintomas comuns desse medo:
  • Diminuição prematura de ritmo: Tendência de diminuir o ritmo por volta dos quarenta anos, acreditando-se decadente devido a idade.
  • Desculpas pela idade: Habito de falar usando a desculpa de estar velho.
  • Perda de iniciativa:Habito de pensar que é velho demais para fazer algo.
  • Disfarçar-se de Jovem: hábitos de se vestir e comportar-se como pessoas de idade jovem, muitas vezes se passando por ridículo aos amigos e parentes.
Medo da morte:
Para alguns esse é um dos mais angustiantes temores, e a razão é óbvia, muitas pessoas tem o medo do desconhecido, não creem que vão para um lugar melhor, ou muitas vezes temem por deixar suas famílias.
No entanto devemos ter em mente que a morte é inevitável e natural,  sendo apenas uma transição.
Sintomas do medo da morte:
  • Pensar em morrer:Habito que prevalece entre os mais velhos, embora muitos jovens de se preocupam com isso, ao invés de viver a vida, a causa disso é a falta de propósitos, e o melhor remédio ao medo da morte é um desejo ardente de realização.
  • Associação com o medo da pobreza: Pode se temer que a pobreza assalte a vida de nossos entes queridos após nossa partida.
  • Associação com doença ou desequilíbrio: "Doença física pode levar a depressão mental. Decepção no amor, fanatismo religioso, estado grave de neurose ou insanidade mesmo, são causas do medo da morte.  
Em nossos próximos artigos vou explicar melhor como superar esses medos, o artigo de hoje serve muito bem para diagnosticarmos nossos medos, para que sabendo do que sofremos, possamos nos livrar deles e abrir caminha para nosso sucesso.

Grande abraço e uma ótima semana a todos!


terça-feira, 2 de julho de 2013

Ricos não prestam! "Contribuições de Rui Gabriel"



Todos nós temos vontade de melhorar de vida, e obter sucesso, no entanto desde pequenos temos nos habituado a pensar que pessoas de sucesso e que ganham dinheiro, não prestam.
Estamos acostumados a ouvir desde pequeno frases do tipo: 
"O dinheiro não cresce em árvores".
 "O amor ao dinheiro é a origem de todos os males". "Podemos não ser ricos, mas pelo menos somos honestos."
"Talvez não seja da vontade de Deus, que tenhamos mais dinheiro."
"Quem ganha dinheiro é por que está passando a perna no outro."

Muito que provavelmente você já ouviu ou pensou coisas do gênero, e pode até mesmo acrescentar mais frase a respeito nessa lista.
A grande verdade é que somos constantemente bombardeados por filmes, programas de TV, Séries ou livros; que pessoas ricas e bem sucedidas, são desagradáveis, fúteis e sem ética.

Fomos Manipulados a pensar assim.



Pare para analisar, que é sempre o vilão dos filmes? veja por exemplo, em Homem Aranha, o homem mal é um industrial bem sucedido, já em Super Homem, temos o mesmo caso, Lex Luthor, Até mesmo no desenho infantil Sherek, o vilão um príncipe encantado rico, mimado e fútil.



Quem é o bom nessas histórias? É sempre um órfão, sempre alguém que foi maltratado, sempre alguém que acha que o dinheiro não é importante ou necessário.

Veja o filme TITANIC, quem eram os as pessoa boas do filme?
As únicas pessoas boas daquele filme foram os pobres falidos da 3ª classe.


E quem eram os ricos? 
"Os ricos estúpidos e superficiais que estavam na 1ª classe a discutir se deveriam comer costeletas de cordeiro com molho de hortelã."

Isso é fato, somos condicionados a pensar que o dinheiro é mal, e que ser pobre e falido de alguma forma é melhor.
Nossa mente é como um computador, tudo o que é nos é passado desde o tempo que somos crianças, é gravado por ele, não importando se essas ideias são verdadeira ou falsas na vida real, é esses padrões de pensamento, é que podem estar te impedindo de te tornar rico.

Pensa sobre isto: "se o teu objetivo é ser honesto, ético, amoroso, carinhoso e generoso...

....e acreditas que ter dinheiro te fará mau, desagradável e avarento...


...a tua mente não te deixará tomar ações que aumentem o teu rendimento"(Rui Gabriel)

Você vai sempre, sem perceber, se auto sabotar, e para que esse processo tenha fim, você precisa tomar consciência disso.

Talvez você já tenha sentido isso, vejamos um exemplo, digamos que você se depare com um carrão como um Porsche, Mercedes, BMW, etc, em um semáforo, qual seria sua reação?

"Olha só aquele rico estúpido dentro desse carro, provavelmente se acha melhor que os outros."
ou
"Nossa que carrão, como deve ser bom conduzir um desses."

Se sua reação ao ver uma pessoa num carrão foi automaticamente cataloga-la como uma pessoa má, estúpida ou idiota, o que isso diz em sua relação a sua atitude perante o dinheiro?

Aqui está mais um exemplo:

Você está procurando uma forma de melhorar sua renda, melhorar a vida de sua família, e então começa a procurar uma forma de fazer isso.

Então encontra uma oportunidade onde pessoas estão ganhando dinheiro e e divertindo com isso, sendo essa uma oportunidade sair da corrida dos ratos, se destacar na multidão, e viver a vida que sempre mereceu, então...

Mas uma vez, ao invés de você se lançar nisso, começa a dizer e pensar coisas do tipo:

"Hmm...parece bom demais para ser verdade" "Se é tão bom, porque é que nunca ouvi isto antes?"
"Não sei... se eu ganhasse aquele dinheiro todo, depois não saberia
o que fazer em relação aos impostos."
"Não sei... isto parece algo que eu nunca fiz antes."

e pronto, mas uma vez você sabota a si mesmo.
Tentes compreender que o dinheiro não é bom ou mal em si próprio, bom ou mal é o que você vai fazer com ele.



segunda-feira, 1 de julho de 2013

Você precisa lavar seu cérebro!

Lavagem cerebral!

Normalmente temos a ideia de que lavagem cerebral, é sempre algo utilizado para manipular sua mente e te forçar a fazer coisas das quais você nunca faria, portanto deve ser algo muito perigoso e utilizado para manipulação de massas.

Porem,outra ideia de lavagem cerebral é a de reeducação ou reforma de pensamento,  baseado nisso, afirmo a vocês, que tanto eu quanto você, precisamos nós mesmos lavar nossos cérebros.

Sim meus amigos leitores, devemos lavar nossos cérebros, lavar e deixar para trás aqueles conceitos que de nada servem e apenas impedem nosso progresso, abandonar nossos costumes errados, como mentalidade negativa, falta de auto disciplina, falta de um objetivo definido, falta de persistência.
Devemos também nos livrar das cargas negativas que somos expostos em nosso dia a dia, procurar substituir ideias antigas por novas, afim de impulsionamos nossos objetivos e nos tornar pessoas cada dia melhores.

Uma grande semana a todos!







 

quinta-feira, 27 de junho de 2013

Pare de procrastinar!

Significado de Procrastinar:

De acordo com o dicionário procrastinar é:
"Adiar para depois: procrastinar o começo do trabalho.
Prorrogar para outro dia: procrastinar a ida para casa de campo.
Usar de delongas: procrastinar a realização de qualquer coisa.
(Etm. do latim: procrastinare)"

Quantas vezes você já se deparou tendo pensamentos do tipo:
"Amanha eu faço isso.", "Depois eu faço.", "Isso eu faço a semana que vem.", e assim vai, vamos enrolando, enrolando, deixando para depois, e no fim, acabamos por não fazer nada.
Muitas vezes  acabamos procurando outra coisa para fazer, e vamos ocupando a mente, e acabamos deixando de lado o que realmente deve ser feito.
Tal padrão de comportamento é totalmente inimigo do nosso sucesso, simplesmente vamos deixando coisas importantes de lado, e nunca mudamos de fato nossa vida para melhor.
 Cedo ou tarde todos nós um dia passamos por isso, no entanto, se somos realmente sérios e comprometidos com nosso sucesso, temos que eliminar de vez esse terrível habito de nossas vidas.
Se largar a procrastinação fosse fácil, esse tema não seria tão debatido, no entanto, só existe uma maneira de abandonar esse hábito e fazer o que tem que ser feito.

A receita é muito simples: Pare de enrolar e faça.
Procure um método de organização pessoal que lhe agrade e implemente-o.
Comece fazendo primeiro o que é mais importante, concentre-se nas atividades que vão te levar à atingir seus objetivos.
Pare de deixar as coisa para depois, decida vencer e vença!

Um ótimo fim de semana a todos!



terça-feira, 25 de junho de 2013

Ouse sonhar alto!

Quando crianças somos cheios de sonhos, queremos ser médicos, advogados, empresários, uma casa bonita com piscina, um carro bonito, uma bela esposa, muitos filhos, uma família feliz, no entanto conforme vamos crescendo, vamos ouvindo de outras pessoas frases do tipo: "Pare com isso, você não consegue" "Isso é muito difícil", "Isso não é pra você", e outras coisa do gênero.
Muitas vezes durante a vida acabamos nos frustrando, quando não conseguimos algo que desejamos, essas coisa vão aos poucos roubando nossos sonhos.

No entanto, o fato de possuir sonhos muitas vezes pode diferenciar um vencedor de um fracassado.
Tenha um sonho na vida, um propósito maior, transforme esse sonho em um objetivo específico, e defina metas.
Parece bobagem, mas o que diferencia uma pessoa que consegue sucesso da que não consegue, é que pessoas de sucesso, tem um porquê, uma razão maior pela qual lutam para atingir seus objetivos, essas pessoa não param por nada e não aceitam nada senão o sucesso.

Invenção da Lâmpada  

Pense por exemplo, estaríamos até hoje no escuro se Thomas Alva Edison tivesse desistido a na primeira falha em criar sua lâmpada, e sabe quantas vezes ele tentou e fracassou?
 Simplesmente 6000 vezes, isso mesmo seis mil vezes mesmo, e sabe o que ele respondia a alguém quando lhe perguntavam por que ele não desanimava depois de tantos fracassos?
”Fracassos? Não sei do que falas, em cada experiência descubro um dos motivos pelo qual a lâmpada não funciona. Agora sei mais de mil maneiras de como não fazer a lâmpada.”
O resultado de tanta persistência em seu sonho com um propósito definido, temos hoje sua invenção iluminando milhares de casas ao redor do mundo.

Então, qual é a sua lampada?
Defina seu sonho e não desista nunca.